Experimente o sistema por 7 dias, GRATUITAMENTE!

Preocupado com o Imposto de Renda?

[iheu_ultimate_oxi id="1"]

Funcionalidades

[iheu_ultimate_oxi id="1"]

Dashboard

O usuário poderá ver através de gráfico/valor o posicionamento de suas receitas e despesas.

Cadastro do Contribuinte

O usuário poderá cadastrar/editar todos os dados obrigatórios do produtor rural que irá escriturar ou está escriturando o LCDPR.

Escriturações

O usuário consegue ver todos os lançamentos efetuados do Registro Q100, realizar escrituração de receita ou despesas de forma manual ou importar uma planilha.

Importações

O usuário consegue importar arquivos em Excel.

Relatórios

O usuário poderá gerar relatórios com os principais dados dos lançamentos efetuados em escrituração, podendo filtrar um dado específico em qualquer um dos campos.

Experimente agora mesmo o sistema!

O que é LCDPR?

O Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR) é um novo instrumento de escrituração do Imposto de renda para pessoas físicas que mantêm uma operação rural.

O objetivo da Receita Federal é apurar de forma detalhada os resultados da atividade no campo, incluindo investimentos, receitas, despesas de custeio, entre outros.

O produtor rural que tiver receita bruta anual superior a R$ 4.800.000,00 deverá entregar o arquivo digital com a escrituração do LCDPR.

Para uma melhor gestão do Imposto de Renda do produtor rural, mesmo que não tenha atingido esse teto, poderá fazer o documento.
Dessa forma caso ocorra alguma fiscalização ou caia na malha fina, o
produtor terá todos os dados necessários para apresentar a Receita Federal.

A entrega do LCDPR, deve ser realizada até o final do prazo de entrega da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física do respectivo ano calendário.

É importante destacar que existem multas distintas para diferentes situações caso o produtor não cumpra as obrigações, perca o prazo, omita informações, envie dados incorretos ou releve as intimações da Receita Federal.

Os lançamentos no novo modelo do livro caixa exigem informações mais detalhadas e demandando mais atenção aos dados que serão enviados.

Todos os lançamentos são discriminados no registro Q100 (Demonstrativo Do Livro Caixa Do Produtor Rural), e contém dentre várias informações:

Identificação do Imóvel Rural: onde está sendo explorada a atividade rural.

Identificação da Conta Bancária: em que transitou o recurso. Ou seja é necessário o banco, agência e conta corrente. No caso de produtores que trabalhem com cooperativas, o cuidado deve ser ainda maior, pois todos os valores que transitam na cooperativa devem ser declarados.

Identificar o tipo de documento como nota fiscal, fatura, recibo, contrato, folha de pagamento e outros.

O ponto mais importante e que cabe muita atenção: a obrigatoriedade do CPF/CNPJ do participante envolvido seja ele socio na atividade rural ou simplesmente o dono da terra.

As movimentações serão ainda classificadas em receitas da atividade rural, despesas de custeio e investimentos, produtos entregues no ano referente a adiantamentos de recursos financeiros.

Depoimentos

Takashi, funcionário de Kenji Okamura – Capão Bonito/SP (Produtor de cereais e batata)

“Utilizei o L’Agro para montar o meu LCDPR 2019 e atendeu perfeitamente às minhas expectativas.
O L’Agro é um app simples e funcional, ainda em desenvolvimento de muitas funcionalidades que vão facilitar ainda mais a escrituração do LCDPR, e tem uma equipe de suporte muito ágil e efetiva!”

Luiz Francisco – Citricultor – Mogi Guaçu

“O L-agro foi um sistema preparado para atender a Receita Federal, sem adaptações…por isso é eficiente no resultado e simples de mexer.”

Paulo Silva – Produtor de HF em várias cidades de Minas Gerais

“Além do sistema ser bom, a equipe da Lastro da todo o suporte e consultoria para se fazer corretamente o Livro Caixa Digital, diminuindo os riscos de uma eventual fiscalização pela Receita Federal”

Fernando , Funcionário do produtor Joaquim Nishi – capão bonito /Sp

“Sempre com excelência na qualidade dos seus produtos e atendimento. Sobre o LCDPR, a plataforma atende perfeitamente as nossas necessidades, com uma plataforma de fácil interação. Parabéns a Lastro.”

[iheu_ultimate_oxi id="1"]

Dúvidas Frequentes

O que é o L-Agro?
O L-Agro é um programa para escrituração do Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR). Nele o produtor poderá escriturar suas receitas e despesas e gerar um arquivo que deverá ser enviado conforme as exigências e leiautes da Receita Federal. É um programa simples, que pode ser usado pelo próprio produtor ou pelo seu escritório.
Quem está obrigado a escrituração do LCDPR?
A partir do ano-calendário de 2019 o produtor rural que tiver, durante o ano, receita bruta total da atividade rural superior a R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais) deverá entregar o arquivo digital com a escrituração do Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR).
Quando o produtor deve enviar o LCDPR?
O LCDPR deve ser enviado anualmente até o final do prazo de apresentação do Imposto de Renda, normalmente 30 de abril de cada ano.
Como o L-Agro funciona?
O programa é totalmente online, tendo sua base de dados armazenada em nuvem, o que garante ser acessado de qualquer lugar pela internet.
Mesmo não sendo obrigado a enviar o LCDPR, posso contratar o L-Agro?
Sim, pois mesmo não sendo obrigado, o produtor pode escriturar e até mesmo entregar o arquivo digital do LCDPR. O L-Agro pode ser usado pelo produtor rural durante o ano para apuração do Resultado que deverá apresentado no seu Imposto de Renda.
Como o arquivo digital do LCDPR é enviado?
Após escriturar e gerar o arquivo TXT no L-Agro, a entrega é realizada no portal E-CAC, menu “Meu Imposto de Renda”. Antes de ser enviado o arquivo é validado e assinado através de Certificado Digital do Contribuinte, por isso é importante que o produtor utilize um programa que atenda todas as exigências da receita federal para a elaboração do LCDPR, caso contrário, poderá ter problemas na validação do arquivo.
Quais as consequências do não envio o LCDPR para quem é obrigado?
O produtor rural pessoa física que deixar de apresentar o LCDPR no prazo estabelecido ou o apresentar com incorreções ou omissões estará sujeito às multas e fiscalizações da Receita Federal, conforme legislação competente.
Quais as Principais Diferenças entre o Livro caixa analógico e o LCDPR ?
Livro caixa analógico (Programa disponibilizado pela Receita Federal)
LCDPR
Obrigatória escrituração por produtores rurais que excederem receita bruta total de R$ 56.000,00
Obrigatória escrituração por produtores rurais que excederem receita bruta total de R$ 4.800.000,00
O livro deve ser escriturado, mas não é enviado à Receita Federal, será apresentado em caso de fiscalização.
O LCDPR deve ser obrigatoriamente enviado à Receita Federal por todo produtor que exceder o limite da receita bruta de R$ 4.800.000,00
Possui um cadastro simples, com os dados do produtor rural, a relação das propriedades Rurais usadas,constando somente o NIRF, Inscrição Estadual e nome dos imóveis.
Possui um cadastro obrigatório complexo, com os dados do produtor rural, relação de contas bancárias que são utilizadas na atividade agrícola, relação das propriedades rurais usadas, incluindo, NIRF, inscrição, Nome do imóvel, CAEPF, Sócios, Parceiros, Arrendantes (o que for o caso).
Na parte da escrituração dos documentos fiscais de Receitas e Despesas contém somente quatro campos: Data, indicação de tipo de lançamento (receita/despesa), histórico e valor.
Na parte da escrituração dos documentos fiscais de Receitas e Despesas deve ser indicado: Data, imóvel rural, forma de pagamento, conta bancária, tipo de lançamento e histórico.
Como escriturar o livro quando a Exploração rural é feita por mais de uma pessoa?
Deve ser escriturado um livro caixa para cada produtor rural que individualmente ultrapassar o limite de receita bruta de R$ 4.800.000,00. Vale lembrar que o valor deve ser considerado abrangendo todas as propriedades rurais exploradas pelo produtor rural, individualmente ou com terceiros.
No cadastro das propriedades rurais é indicado o percentual de participação do produtor no imóvel e na escrituração das Receitas e Despesas deve ser lançado o mesmo percentual de cada operação.
Até quantos contribuintes podem ser cadastrados no L-Agro?
No L-Agro poderá ser cadastrado até três contribuintes, podendo o usuário escriturar Livros de até vinte produtores rurais diferentes. Caso seja necessário, pode ser contratado a licença para mais contribuintes.
Duas pessoas podem fazer os lançamentos usando simultaneamente o mesmo usuário?
Sim, o mesmo usuário poderá ser usado para fazer lançamentos por duas pessoas ao mesmo tempo.
Porque devo escolher o L-Agro no lugar de outros programas do mercado?
O L-Agrnão foi adaptado, mas sim desenvolvido especificamente para elaboração do arquivo do LCDPR. O programa tem um leiaute simples e o seu uso não exige experiência com outros programas contábeis/fiscais e pode ser feita pelo escritório do próprio produtor Rural.

Fale Conosco