fbpx

Perspectivas do setor de hortifruti em 2021

O impacto da pandemia foi bastante sentido no mercado e o setor de hortifruti foi um dos mais afetados pelo distanciamento social. O que se viu foram restrições para feiras e pouca presença em supermercados.

Contudo, o mercado de hortifruti em 2020 conseguiu se sustentar, principalmente com a necessidade de fortalecer o organismo. De janeiro a maio, a ingestão de hortaliças foi de 89,1%, enquanto o de frutas do hortifruti foi de 81,8%.

No entanto, o consumo de alimentos processados se manteve em 79,6% no mesmo período. Então a pergunta que fica é: qual é a perspectiva da produção de hortifruti no Brasil?

Mercado de hortifruti em 2020: o que aconteceu?

“Mesmo com a essencialidade da cadeia de alimentação e sem grandes interrupções na produção, o setor de frutas e hortaliças foi afetado pela pandemia.” (Margarete Boteon, HF Brasil)

Como qualquer setor do Brasil, o setor de frutas e hortaliças sentiu o efeito da pandemia. Para começar, ocorreu a diminuição do poder aquisitivo brasileiro, com taxa de desemprego alta (sendo estimado acima de 18%).

Isso foi um dos pontos que levou à restrição da comercialização doméstica, além da atuação limitada de atacados e feiras livres suspensas. Também houve o isolamento social, o que restringiu o fluxo de comercialização de produtos mais perecíveis.

Mercado de hortifruti em 2020 para exportação

Já no quesito exportação, a produção de hortifruti no Brasil teve mais sucesso. As vendas de frutas frescas brasileiras conseguiram bom desempenho pela alta do dólar, demanda externa aquecida e menor disponibilidade hortifruti dos concorrentes.

Contudo, ainda houveram alguns problemas, como no caso do mamão que foi o produto mais prejudicado no início da quarentena.

Mudança de consumo durante a pandemia

Com o passar dos meses, o mercado de frutas e hortaliças interno presenciou mudanças nos hábitos de consumo:

  • Em março-abril, houve uma preocupação com alimentos in natura e com preparação feita em casa;
  • Entre maio-agosto, o consumo por indulgência e processados cresceu na quarentena prolongada. O supermercado continuou sendo a principal fonte de frutas e hortaliças;
  • Desde setembro, houve aumento no preço dos alimentos e redução do auxílio emergencial, o que limitou o poder de compra. Além disso, começou a ser abandonado um pouco as refeições domiciliares.

Mercado de frutas e hortaliças em 2021: o que esperar do hortifruti?

Com a insegurança da pandemia, o que se viu no setor de hortifruti é uma balança entre dois fatores: o de saúde e o financeiro. No lado da saúde, há uma preocupação com:

  • Demanda por alimentos frescos;
  • Segurança do alimento.

Pelo lado financeiro, há a questão da redução do auxílio emergencial, alta taxa de desemprego e alta dos preços dos alimentos. Por isso, a perspectiva no mercado de frutas e hortaliças no aspecto financeiro é:

  • Busca por produtos mais acessíveis;
  • Redução de gastos.

Perspectiva de investimentos na produção de hortifruti no Brasil

Em questão de produção, a expectativa é uma retomada de investimentos em área, de forma a compensar as reduções sofridas. Alguns destaques são:

  • Alface, que deve trazer um resultado melhor e oferta controlada em 2021 com a retomada do plantio em áreas perdidas;
  • Cenoura e cebola, com produção maior no primeiro semestre. No segundo semestre, a oferta da cebola pode cair em comparação com 2020;
  • Melancia, outra cultura que se prevê a retomada de áreas retraídas;
  • Batata, com retomada do crescimento de área para batata pré-frita;
  • Tomate, onde deve ocorrer aumento dos plantios que compensem também 2018 e 2019;
  • Laranja, que apresenta um cenário positivo pela menor oferta e boa demanda. Espera-se cotações elevadas.

Novas tendências: entrega de hortifruti

 

Com a falta de mobilidade, o que se viu foi o uso da entrega de hortifruti por meio de: aplicativos de mensagens, redes sociais, serviços de entrega e drive-thru. Mesmo após a pandemia, essa é uma tendência que permanecerá.

Qual é a perspectiva de preço?

No mercado de frutas e hortaliças, o que se vê é incerteza quanto ao preço dos produtos. Segundo especialistas no setor do HF, dependerá da produtividade das lavouras, que é relacionada ao clima e nível tecnológico empregado.

Segurança do alimento

 

Hortaliças e frutas no hortifruti deverão passar por processos ainda mais rigorosos de segurança. Nisso, se torna ainda mais forte a questão da rastreabilidade, a busca da origem do produto.

Setor hortifruti passará por mudanças?

A verdade é que mesmo que o mercado de frutas e hortaliças tenha se mantido ativo no Brasil durante a pandemia, ele também se alterou. Com o retorno das áreas de plantio, vem também maior presença da tecnologia.

Além disso, há também uma mudança de mentalidade, como o From Farm to Fork. A maior perspectiva do hortifruti é a preocupação do público com a sua comida!

 

LSI: produção de hortifruti no Brasil, mercado de frutas e hortaliças, mercado de hortifruti 2020.

Palavras-chave secundárias: frutas e hortaliças, segurança do alimento, frutas hortifruti, hortifruti entrega.

Comentários