fbpx

Perspectivas do milho e da soja em 2021

Dentre os produtos produzidos no agronegócio brasileiro, a soja e o milho foram as que alcançaram números recordes em 2020. Com exportações em alta, muitos já pensam na perspectiva de mercado do milho e da soja.

E o que mais destaca isso? O mercado agrícola externo não segue essa toada: nos Estados Unidos, o milho chegou a recuar 16% em maio de 2020, frente as cotações do início do ano.

Então, qual é a previsão do preço do milho para 2021? Qual é a previsão do preço da soja para 2021? Prossiga com a leitura do artigo e tenha todas as respostas!

Soja e milho no Brasil: o que houve em 2020?

“Em 2020, o milho teve o preço da soja e a soja teve o preço do boi.”

O ano de 2020 foi um momento especial para o milho e soja no Brasil. Só o milho viu um salto enorme do começo até o final do ano: começou R$ 51 a cota da saca, depois se valorizou para R$ 57 até novembro de 2020 e depois encerrou cotado a R$ 74.

A soja não ficou atrás, aproveitando da escalada dos preços no mercado agrícola interno para chegar em R$ 170. Esse foi um valor semelhante ao do boi gordo negociado na bolsa B3 em 2019, quando o seu valor chegou a R$ 171,50.

Por que houve alta do milho e da soja no Brasil?

Segundo especialistas, é possível explicar sua alta por dois motivos distintos. O primeiro foi o impacto do dólar nas cotações, que fez a China comprar um volume muito maior de soja do que era estimado. Afinal, havia o acordo chinês com os Estados Unidos.

Acontece que os Estados Unidos trouxe uma oferta menor após a quebra de safra, além da capacidade de aumento da produção limitada.

O segundo motivo é a alta demanda pelo grão brasileiro no exterior. Segundo profissionais, essas exportações acabam enxugando a oferta da soja no mercado agrícola brasileiro. Como há pouca disponibilidade de soja, é a oferta que permite a cotação alta.

Perspectiva de mercado: o que esperar da soja e do milho em 2021?

 

“Os preços da soja e do milho devem continuar firmes em 2021, pois a demanda está bastante forte.” (Ênio Fernandes, consultor da Terra Agronegócio)

Essa alta da soja e do milho no Brasil é sustentável? Segundo analistas, não há espaço para quedas nos preços e não se sabe até onde eles podem chegar. Contudo, apesar de ser difícil estabelecer um teto, é muito provável que estejamos chegando num limite.

Em parte, isso ocorre por uma possível mudança de demanda. Para começar, a China passará a comprar menos em algum momento, de forma a honrar os compromissos firmados com os Estados Unidos.

Também pode ocorrer a mudança de oferta. Mesmo com estimativa de produção recorde (133 milhões de toneladas), há a questão do clima em ano de La Niña. Com isso, a produção no Rio Grande do Sul e no Paraná pode ser impactada.

Previsão do preço do milho para 2021

 

O preço do milho atualmente é resultado de inúmeros acontecimentos: pandemia, câmbio, possibilidade de impactos pela La Niña. Além disso, há de se considerar a oferta escassa no mercado.

Com a pouca disponibilidade, a previsão do preço do milho para 2021 é não recuar até julho de 2021, que é quando começa uma nova safra. Esse valor no mercado interno permanecerá por um bom tempo.

Previsão do preço da soja para 2021

A soja em 2021 segue no mesmo ritmo: a previsão é de aumento da demanda por soja, por causa da mistura de biodiesel retornar aos 13%. A expectativa é a oferta acompanhar a demanda: soja deve aumentar de produção em 75,8% no Rio Grande do Sul.

No total do Brasil, a expectativa da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para a soja é de 133 milhões de toneladas. Em exportação, 85 milhões de toneladas, o que faria sobrar 48 milhões de toneladas.

A previsão do preço da soja para 2021 é a de aumento, pelo menos no começo do ano.

Como o agronegócio deve se preparar para o milho e soja em 2021?

Para quem compra milho, o ideal é antecipar os negócios para altas futuras, de forma a travar custos de produção. Para o produtor que tem segurança de produção, mas não vendeu nada, é importante travar preços.

Para quem nem plantou, é importante ter cautela para as condições climáticas ao plantar milho e soja em 2021.

Na perspectiva de mercado do milho e da soja, há algo com que se preocupar? Nem tanto, apesar de ser necessário ter cuidado. A expectativa é que se chegue em janeiro de 2022 com menor volume de soja e milho, devido boa exportação e demanda interna.

 

LSI: previsão do preço do milho para 2021, soja 2021, previsão do preço da soja para 2021.

Palavras-chave secundárias: agronegócio, mercado agrícola, soja no Brasil, milho no Brasil.

Comentários